#

DIAGNÓSTICO GENÉTICO PRÉ-IMPLANTACIONAL (PGD)
Após o ciclo de reprodução assistida, que é a coleta e posterior fertilização do óvulo pelo espermatozoide em laboratório, algumas células são removidas do embrião para uma análise cromossômica ou gênica. A partir de diferentes técnicas como o FISH (Hibridação in situ fluorescente ), o CGH-array (Hibridação Genômica Comparativa ) e PCR (Reação em cadeia da polimerase). Indicadas para a verificação cromossômica do embrião, as técnicas de FISH e CGH-array, principalmente no estágio de blastocisto ou quinto dia de desenvolvimento embrionário e a técnica de PCR que é indicada para a análise de doenças monogênicas.